20 de dezembro de 2016

20 de novembro de 2016

8 de novembro de 2016

Processo Seletivo 2017 - Resultado Final

         O PET – Engenharia Química, vinculado ao Departamento de Engenharia Química, divulga o resultado final do seu processo seletivo, com aprovação em primeira chamada dos 8 primeiros colocados para o ano de 2017. 
*A ordem apresentada acima é uma ordem classificatória.
**Candidatos em negrito convocados em primeira chamada.
*A ordem apresentada acima não é uma ordem classificatória.

Observações:
            1.  2ª chamada: Caso o grupo encontre a necessidade de aumentar o número de membros, será entrado em contato com os candidatos não convocados em primeira chamada (em ordem subsequente de classificação) nesta instância para convocá-los a reintegrar o grupo de acordo com sua disponibilidade e interesse.
            2.  Recepção: Os candidatos aprovados no processo seletivo serão inseridos no grupo de e-mail do PET – Engenharia Química e receberão as instruções sobre as primeiras reuniões e atividades.




20 de outubro de 2016

PETIANO DO MÊS - OUTUBRO


 O petiano que se destacou no mês de Outubro foi o nosso líder Pedro. O grupo elogiou seu profissionalismo e empenho na condução das reuniões referentes ao processo seletivo. Outro destaque feito foi a respeito da resiliência e competência em liderar e conduzir o grupo no período de greve da UEM.
O PET-EQ parabeniza e agradece todo o esforço de nosso petiano!!


6 de outubro de 2016

PETIANA DO MÊS - SETEMBRO

A petiana que se destacou no mês de Setembro foi a Juliane. O grupo elogiou várias atividades feitas por ela, como a coordenação da mostra de profissões, a participação nas aulas do curso de HP e de FEQ/IEQ e também na organização da visita técnica. O PET-EQ parabeniza e agradece todo o esforço da nossa petiana!!

6 de setembro de 2016

PETIANOS DO MÊS - AGOSTO

Os petianos que se destacaram no mês de agosto foram o Pedro e a Amanda! O grupo admirou o desempenho do Pedro na coordenação do Processo Seletivo e na Semana de Atividades e da Amanda em relação aos trabalhos com o UniPET, CLAA e FAPET, além do empenho em trazer discussões sobre a portaria.
Parabéns aos dois!! 



19 de agosto de 2016

"E O SEU ESTÁGIO?" - ESTELA

E hoje, o depoimento do estágio é da Estela Sato Dantas!

Em que ano da graduação você está?
Já sou formada.

Em qual empresa você realizou seu estágio?
Raízen

Missão, visão e valores da empresa? Como elas refletiram no seu trabalho?
A Raízen busca ser reconhecida globalmente pela excelência no desenvolvimento de energia sustentável, realizando-a com agilidade, talento e tecnologia. Para isso a empresa sempre busca o desenvolvimento dos seus colaboradores e também estagiários. Essas atitudes da empresa me trouxeram muitos aprendizados e visão rápida de solução de problemas.

Comente sobre a hierarquia entre os estagiários e os outros funcionários.
O estagiário participa da empresa como um colaborador comum e sua opinião é respeitada no meio dos supervisores e operadores.

Você se sentiu parte da empresa durante o seu estágio?
Sim, na empresa estava sempre integrada nos acontecimentos e nas atividades.

Como era seu relacionamento com os operadores, funcionários e gerentes?
O relacionamento sempre foi muito aberto. Os colaboradores em geral foram receptivos desde minha chegada na empresa. O gerente e supervisores sempre tentavam dar muito apoio e suporte.

Quais habilidades foram úteis ou aprendidas durante o estágio?
Durante o estágio desenvolvi mais o trabalho em equipe, a comunicação com diferentes níveis hierárquicos de uma empresa, a objetividade em entregas de trabalho e a resiliência. Também pude visualizar a aplicação de aprendizados em sala de aula. Além disso, aprendi a interagir com sistemas utilizados por empresas, que são essenciais para o dia-a-dia de trabalho.

O que poderia ser inserido na graduação para melhoria do curso, ou que atividades extracurriculares os acadêmicos devem buscar?
Um grande avanço para a graduação seria inserir matérias de gestão para que os novos engenheiros estejam preparados para o mercado de trabalho. Além disso, é muito importante buscar o aprendizado de softwares como o Excel, que são essenciais para o trabalho.


10 de agosto de 2016

"E O SEU ESTÁGIO?" - WARDLEISON

Hoje trazemos a você a experiência de estágio do engenheiro Wardleison Moreira!

Em que ano da graduação você está?
Formado

Em qual empresa você realizou seu estágio?
Steviafarma S/A - Stevita

Missão, visão e valores da empresa? Como elas refletiram no seu trabalho?
Um dos principais focos da empresa é se desenvolver, de forma a produzir produtos de Stévia de qualidade. Como resultado, pela disseminação e valorização de seus produtos a empresa estaria promovendo o consumo de stévia. Buscando sempre inovar e levar ao consumidor produtos de excelência, tive como uma das metas implantar uma ferramenta de análise do produto baseada nas normas da JEFCA. Além disso, era meu trabalho realizar auditorias internas e certificar de que a empresa estava dentro das conformidades para receber o selo de Produto Orgânico e ISO 9001.

Comente sobre a hierarquia entre os estagiários e os outros funcionários.
Os estagiários estavam lá como funcionários da empresa e eram tratados como tais, tendo suas obrigações, direitos e deveres, como qualquer funcionário. A empresa buscava constantemente a integração do estagiário como todos os funcionários e tarefas da empresa, de forma a proporcionar um maior aprendizado.

Você se sentiu parte da empresa durante o seu estágio?
Com certeza me senti parte da empresa, uma vez que tinha livre-arbítrio para participar das reuniões, opinar e propor soluções.

Como era seu relacionamento com os operadores, funcionários e gerentes?
Os gerentes depositavam muita confiança no meu trabalho, logo tivemos um bom relacionamento. No entanto, a relação com os operadores era mais complicada, até mesmo pelo fato da comunicação (a maioria deles só sabia francês - eram haitianos).

Quais habilidades foram úteis ou aprendidas durante o estágio?
Para qualquer estágiário, a primeira coisa que vai ajudar a se desenvolver e aprender dentro da empresa é a proatividade, se dispor a participar de várias atividades (mesmo que fique sobrecarregado no começo e um pouco sem foco, mas o resultado é gratificante) e não ter medo de propor e executar possíveis mudanças na empresa.

O que poderia ser inserido na graduação para melhoria do curso, ou que atividades extracurriculares os acadêmicos devem buscar?
Primeiro, a graduação poderia trabalhar mais a parte de gestão e ferramentas aplicadas à área de produção. Digo isso pois uma empresa não é movida somente a processos químicos, mas também de uma relação homem-máquina. Se um engenheiro não souber identificar um problema devido ao fluxo dentro da empresa (por exemplo, um fluxo cruzado por levar à contaminação de alimentos) e por entre as máquinas (ao analisar os processos, o layout das máquinas e posicionamento dos operadores pode diminuir o tempo de execução e finalização de certo produto, agilizando a produção). Além de ferramentas para avaliar o do fluxo de informações dentro da empresa, pois de nada adianta ter uma alta ordem de produção se não há comunicação entre o estoque, a produção e o setor de compra.


9 de agosto de 2016

28 de julho de 2016

"E O SEU ESTÁGIO?" - FLÁVIA

O relato de estágio dessa semana é da engenheira Flávia Vriesman.

Qual o seu nome?
Flávia G. Vriesman

Em que ano da graduação você está?
Formei em 2015

Em qual empresa você realizou seu estágio?
Ambev- cervejaria Adriática

Missão, visão e valores da empresa? Como elas refletiram no seu trabalho?
Deu certo. Eu tive afinidade com os valores da Ambev assim como Missão e Visão. Acredito que por mais difícil seja a situação de garantir um estágio você deve pensar que o mesmo é uma oportunidade de construir uma carreira. E se os teus valores pessoais não coincidirem com os da empresa, ou você sai ou acordar para trabalhar se tornará algo insuportável.

Comente sobre a hierarquia entre os estagiários e os outros funcionários.
Isso não acontecia na Ambev. Eu era tratada como funcionária. Fazia cafézinho de vez em quando (hahaha). Todas as responsabilidades que eu assumia eu era cobrada pelos resultados.

Você se sentiu parte da empresa durante o seu estágio?
Sim, muito. Como havia respondido anteriormente eu era tratada como funcionária da empresa, sejam os resultados bons ou ruins eu sempre tinha ações para realizar lá dentro, participava de reuniões e minha opinião era levada em consideração sempre que eu me manifestava. Sentir-se parte da empresa é algo que depende de nós também, da nossa afinidade com o perfil de trabalho. Como já havia falado sobre a relação de valores anteriormente.

Como era seu relacionamento com os operadores, funcionários e gerentes?
Era amigável. Eu sou uma pessoa muito curiosa em saber como as coisas funcionam e nunca, de maneira alguma eu desconsiderava os pontos de vista de qualquer pessoa. Eu sempre me colocava no lugar daquela pessoa que sabe menos (essa pessoa sempre é o estagiário, no caso). Então eu tentava aprender ao máximo (não somente a parte técnica) com todos que faziam parte da minha rotina de trabalho. E se você não dá abertura para as pessoas, não demonstra o quão elas são importantes para que as coisas fluam, para que você está ali acima de tudo para aprender com ela, um abraço! é muito difícil ter um bom relacionamento. Ê preciso ter humildade. Em vez de falar "Sou uma engenheira química me graduando na UEM", eu falava "sou estagiária, acabei de chegar. Me ensina! Quero aprender! Tenho certeza que o teu conhecimento vai me ajudar".

Quais habilidades foram úteis ou aprendidas durante o estágio?
Inteligência emocional, resiliência, ter uma boa comunicação, não ter vergonha de perguntar o que não sabe, bom relacionamento interpessoal, simpatia e empatia.

O que poderia ser inserido na graduação para melhoria do curso, ou que atividades extracurriculares os acadêmicos devem buscar?
Ferramentas: Oratória; excel (avançado); buscar fazer parte do MEJ, PET, aiche, etc; sempre ajuda; mais atividades que promovam o comportamental. O conhecimento técnico, claro, é muito importante, mas a parte de liderança, trabalhos em equipe, esse tipo de coisa, poderia ser trabalhado melhor. As vezes a pessoa é excelente tecnicamente porém perde muitas oportunidades por falta de desenvoltura.


23 de julho de 2016

"E O SEU ESTÁGIO?" - GEOVANA

O próximo relato que iremos apresentar é o da engenheira Geovana Fachini!

Em que ano da graduação você está?
Formada

Em qual empresa você realizou seu estágio?
Cia. Iguaçu de Café Solúvel

Missão, visão e valores da empresa? Como elas refletiram no seu trabalho?
Os valores da empresa ligados à sua missão contribuíram significavelmente no meu trabalho, uma vez que os valores como ética, comprometimento e credibilidade foram fatores importantes para eu conseguir a ajuda e a participação dos operadores no meu trabalho, como por exemplo, na coleta de dados para validação. Quando esses valores são incorporados pelos trabalhadores em uma organização, as coisas se tornam mais simples e fáceis, uma vez que o respeito e o comprometimento com o seu trabalho, o faz ser ouvido e com isso se ganha credibilidade e ajuda em suas tarefas.

Comente sobre a hierarquia entre os estagiários e os outros funcionários.
O que pude perceber durante o estágio foi a facilidade em se conversar com pessoas de todos os cargos e setores. A hierarquia é grande, mas o que mais me chamou a atenção foi o comprometimento em ouvir o próximo em suas ideias, seja o operador ou o supervisor.

Você se sentiu parte da empresa durante o seu estágio?
Sim, eu me senti parte da empresa e sempre quis dar o meu melhor para o crecimento da organização.

Como era seu relacionamento com os operadores, funcionários e gerentes?
O relacionamento era ótimo, pessoas que sempre me ajudavam seja na parte de explicação dos processos ou na tirada de dúvidas. Pessoas totalmente abertas e disponíveis.

Quais habilidades foram úteis ou aprendidas durante o estágio?
Acredito que a habilidade de relacionamento com as pessoas foi uma das mais importantes e desenvolvidas durante o estágio, no que se diz aspecto ao ganho de credibilidade e confiança para se conseguir a ajuda das pessoas para realização do seu trabalho.

O que poderia ser inserido na graduação para melhoria do curso, ou que atividades extracurriculares os acadêmicos devem buscar?

Eu acho que a faculdade nos agrega muito na parte técnica dos processos, mas na hora de se fazer um estágio ou em um emprego somos cobrados na parte de ser um líder de equipe e na parte de gestão de pessoas. Acredito que essas extensões facilitariam as dificuldades encontradas por um recém-formado no mercado de trabalho.


9 de julho de 2016

"E O SEU ESTÁGIO?" - POLLYANNA

Hoje trazemos a vocês mais um relato de estágio! Esta é a vez da engenheira Pollyanna C. Perecim!

Em qual empresa você realizou seu estágio?
Ajinomoto do Brasil, Laranjal Paulista-SP

Missão, visão e valores da empresa? Como elas refletiram no seu trabalho?
De modo geral, a empresa tem como filosofia investir em avanços significativos nas áreas de alimentação e saúde contribuindo para que as pessoas tenham uma vida melhor e mais saudável. Também visam melhorar a produtividade dos produtores agrícolas através do agronegócio e maximizar a produtividade na pecuária através dos negócios de nutrição animal. Além disso, trabalham fortemente para reduzir a emissão de CO² nas fábricas, nas operações logísticas e utilizam o conceito dos 3 Rs (reduzir, reutilizar e reciclar).
Essa filosofia influenciou no trabalho no sentido de despertar o interesse pela busca constante de melhorias a fim de otimizar processos, mantendo ou elevando a qualidade com custo de implantação/implementação adequado.

Comente sobre a hierarquia entre os estagiários e os outros funcionários.
Há uma hierarquia entre os funcionários e esta é claramente percebida.  Em geral, o estagiário encontra-se em uma posição intermediária e mantém contato fácil e direto com gerentes, trainees, engenheiros, operadores, etc.

Você se sentiu parte da empresa durante o seu estágio?
Sim, a empresa trata o estagiário como funcionário e também cobra responsabilidades e resultados como tal. Isso fez com que eu me sentisse parte da organização durante o período de estágio. 

Como era seu relacionamento com os operadores, funcionários e gerentes?
Em geral, o meu relacionamento com os demais funcionários foi bom e com isso consegui desenvolver os trabalhos adequadamente.

Quais habilidades foram úteis ou aprendidas durante o estágio?
A principal habilidade útil e aperfeiçoada foi o relacionamento interpessoal. Outras habilidades cobradas foram aplicar na prática o conhecimento teórico de modo assertivo, resiliência, proatividade, etc.

O que poderia ser inserido na graduação para melhoria do curso, ou que atividades extracurriculares os acadêmicos devem buscar?
Na minha opinião para melhoria do curso deveríamos ter mais projetos (trabalho) de integração de processos buscando melhorias e redução de custos, pois é o que acontece na prática. 
Como atividades extracurriculares é interessante buscar cursos voltados à sistemas de produção enxuta (Lean, Six sigma, etc).

Outro ponto interessante seria desenvolver cursos ou atividades extracurriculares voltadas à processos seletivos abordando principalmente dinâmicas e entrevistas, pois isso ajuda na preparação do aluno para iniciar no mercado de trabalho.


7 de julho de 2016

Processo Seletivo - Ficha de Inscrição

O Processo Seletivo do PET-Engenharia Química acontece uma vez por ano e é destinado exclusivamente aos alunos do 1º ano da graduação.
Para realizar a inscrição, basta preencher a Ficha de Inscrição, inserindo xerox do R.G. e R.A. (caso ainda não tenha a carteira estudantil, a mesma pode ser substituída pelo xerox do atestado de matrícula) e entregá-la na sala do PET em algum horário de permanência, juntamente com o currículo e xerox do boletim acadêmico.

6 de julho de 2016

PETIANA DO MÊS - JUNHO

A petiana do mês de junho é a Sabrina Gatto! Ela obteve este reconhecimento devido à sua atuação na organização da nossa Feira de Recrutamento, junto de suas atividades no projeto Altas Habilidades e seu desempenho ao ministrar nosso curso de segurança laboratorial.

Parabéns a ela! 


:

5 de julho de 2016

Projeto com Indústrias

O projeto visa estabelecer parcerias com indústrias, a fim de obter problemáticas do mercado de trabalho para o grupo pesquisar e desenvolver soluções, bem como pontos a serem melhorados. Essa parceria já existiu com a COCAMAR, sobre o processo de caramelização, funcionou muito bem e houve um feedback positivo da empresa. O projeto tem muito potencial, atualmente a comissão procura por outras empresas para parcerias como essa.

4 de julho de 2016

Videoaulas - Origin

Outra série de videoaulas desenvolvidas pelos petianos é a de utilização do software Origin - um software gráfico para análise de dados e estatística, auxiliando na confecção de gráficos e ajuste de curvas. Ele pode ser convenientemente útil nas matérias experimentais do curso de graduação, auxiliando na elaboração de relatórios. Estas videoaulas estão disponíveis em nosso canal no YouTube, e foram preparadas com enfoque especial em algumas das práticas experimentais realizadas durante o curso:



Videoaulas - Excel

Procurando disponibilizar este conteúdo facilmente para a graduação de Engenharia Química, o PET-EQ desenvolveu uma série de videoaulas básicas sobre o software Microsoft Excel, disponíveis em nosso canal no YouTube. Abaixo estão os links de cada videoaula:

1 de julho de 2016

Integrações com o DEQ e outras instituições

As integrações com o DEQ visam aproximar o Departamento das entidades de Engenharia Química, aumentando assim o contato entre elas e os professores. Já as integrações com as outras instituições tem o objetivo de melhorar o relacionamento entre elas e aumentar o conhecimento acerca das outras, sendo que isso é essencial para um bom trabalho em parceria.

Evento Cultural

Trata-se de uma atividade nova, realizada em parceria com as outras instituições de Engenharia Química e que surgiu em uma das Rodas de Discussão. O objetivo deste evento é proporcionar aos graduandos um momento de descontração e de interação, onde eles podem expor e/ou assistir à atrações culturais.

SEQ 2017

Em parceria com o DEQ, com as demais instituições de Engenharia Química e com a graduação, o PET participa da organização do Simpósio de Engenharia Química, que é realizado a cada 2 anos.
O SEQ é um evento destinado aos graduandos, com o objetivo de abordar temas diversificados para ampliar o conhecimento e a visão crítica dos acadêmicos, com conteúdos muitas vezes não ensinados em disciplinas da universidade. Cada edição traz um tema diferente que seja interessante para o público-alvo.

Treinamento Interno

O Treinamento Interno é uma atividade que busca capacitar os petianos em questões que possam agregar a cada um e também ao grupo.

A ideia da atividade surgiu porque sentíamos falta de algo que não focasse tanto na Engenharia Química e na graduação, mas sim no desenvolvimento pessoal.

Para isso, uma comissão de duas pessoas se encarrega de procurar temas que possam agregar conhecimento ao grupo e passar o que encontraram para todos. Ao aprovar um tema, pensam em uma data e em toda a logística de realização do treinamento.

Avaliação Contínua

A Avaliação Contínua é um formulário preenchido bimestralmente por cada petiano.

A mesma existe para avaliar pontos pessoais e profissionais de cada um e resultar em feedbacks construtivos, a fim de promover sempre a melhoria de cada indivíduo e consequentemente do trabalho em equipe.

Relacionamento Externo

·   O Relacionamento Externo é uma atividade que compreende 2 ramos: a organização e planejamento dos Cursos Externos, e o Intercâmbio entre PET’s. Os cursos externos são aqueles em que são buscadas parcerias com outras instituições para que sejam trocados com os nossos cursos ofertados( Excel, HP, e Trello) para ampliar os conhecimentos de ambas as instituições. O intercâmbio entre PET’s ocorre tanto entre PET’s da UEM quanto entre PET’s Engenharia Química de outras universidades. 

Secretaria

A Secretaria é uma atividade que faz parte da Diretoria de Manutenção, sendo a comissão responsável por administrar o ambiente físico do PET-EQ. Nisto estão incluídas tarefas como levantar orçamentos para reforma de móveis, solicitar consertos na sala, compra de materiais, manutenção dos computadores, e demais tarefas semelhantes.

As comissões são trocadas bimestralmente, de modo que todos os petianos em algum momento fazem parte da atividade. Dessa forma, a sala está sempre em ordem para que os petianos realizem suas atividades e que externos sejam recebidos.

MATLAB

O MATLAB é um software de computação numérica que executa tarefas como manipulações de matrizes, plotagem de gráficos e dados e desenvolvimento de algoritmos. Além disso, ele apresenta um conjunto de “toolboxes” opcionais, as quais habilitam novas aplicações no programa. Dessa forma, o programa encontra aplicações principalmente nas áreas de engenharia, ciência e economia. 
O curso de MATLAB realizado em 2017 partiu da iniciativa do graduando Lucas Francisco em ministrar. Ele procurou o PET-EQ para que o grupo organizasse toda a logística do curso e sabendo do grande interesse da graduação à essa temática o PET aceitou essa parceria. Dessa forma no segundo semestre de 2017 foi realizado o curso “Implementação de Métodos Numéricos em Matlab”.

Festa do Abacaxi

A Festa do Abacaxi é uma confraternização realizada uma vez por ano em homenagem aos petianos que deixarão de atuar ativamente no grupo e aos que ingressaram há pouco tempo, sendo uma despedida aos que ingressaram no 5º ano da graduação e que, por isso, se tornarão egressos do grupo e uma recepção aos calouros do grupo.

O nome “festa do abacaxi” provém da troca de liderança do grupo, sendo o abacaxi usado como símbolo de uma “coroa”, simbolizando o momento em que o novo líder assume seu cargo no grupo.

Integrações

A atividade Integrações tem como objetivo estruturar dinâmicas que sejam interessantes ao desenvolvimento do grupo, trabalhando questões que contribuam com algum aprendizado de uma maneira diferente ou simplesmente descontraindo o grupo em períodos de muitas atividades e provas na graduação. Além disso, a comissão também é responsável por organizar confraternizações, a fim de proporcionar contato entre os petianos fora do ambiente de trabalho, fortalecendo a união e sinergia do grupo.

Coaching

No PET adotamos uma prática realizada em diversas empresas, o coaching. Os petianos que estão há mais tempo no grupo atuam como coachs de outros petianos. O quarto ano é coach do terceiro, e o terceiro é coach do segundo e do quarto ano. Essa prática é realizada com o intuito de o coachee ter um auxílio de alguém com um pouco mais de experiência para desenvolver seus pontos de melhoria e também traçar metas durante a sua permanência no grupo. São realizadas reuniões periódicas entre coach e coachee nas quais são tratados assuntos internos ao PET, relacionados à graduação e também à vida pessoal.

Projeto Altas Habilidades

O projeto Altas Habilidades tem como objetivo ajudar alguns alunos do ensino fundamental II até o ensino médio que se destacam em certas áreas do conhecimento como, por exemplo, ciências biológicas, linguística, robótica etc. Os petianos responsáveis visitam quinzenalmente o IEEM (Instituto de Educação Estadual de Maringá), onde são responsáveis por cerca de 12 alunos no total, sendo que cada petiano é responsável por 3 alunos. A ajuda é fornecida por meio de conversas com os alunos durante 1h30min, dando a eles algumas explicações, conselhos e dicas.

Recentemente iniciamos outro projeto de Altas Habilidades no mesmo formato com alunos do Centro de Aplicação Pedagógica da Universidade Estadual de Maringá em parceria com outros grupos PET da Universidade.

Seminários e Discussões

A Comissão de Seminários e Discussões é responsável por organizar e estruturar os três seminários anuais que o grupo realiza, sendo eles o Seminário de Língua Estrangeira, o Seminário realizado durante o Processo Seletivo, e o Seminário Científico. Além disso a comissão organiza as Rodas de Discussões internas, na qual discutimos sobre temas diversos de interesse do grupo, e também é responsável pela organização das Rodas entre as instituições da Engenharia Química, que acontece bimestralmente. Nestas Rodas são discutidos temas que envolvem as quatro instituições do nosso curso.  

EQ Eu Faço?

Realizada na primeira semana de aulas do ano letivo, o EQ Eu Faço? tem o intuito de ambientar os calouros do curso de Engenharia Química. Nele são apresentadas todas as instituições das quais eles podem participar, entre elas o próprio PET, CONSEQ (Empresa Júnior de Engenharia Química), Centro Acadêmico, AIChE (American Institute of Chemical Engineers), Atlética, Enactus, Centro Voluntariado Universitário, entre outras.

Além disso, é apresentado um pouco mais sobre a graduação de Engenharia Química da Universidade Estadual de Maringá pelo coordenador do curso e também alguns alunos já formados dão seu depoimento sobre como foi passar pela Engenharia Química e qual a atuação deles atualmente.

Dessa forma é possível apresentar para os alunos que estão ingressando na faculdade um pouco mais sobre o ambiente acadêmico e também promover a integração deles tanto com outros calouros quanto com veteranos.

Grupo de Acompanhamento Pessoal (GAP)

O Grupo de Acompanhamento Pessoal (GAP) foi criado para acompanhar mais de perto os membros do PET. A atividade consiste em verificar se os petianos estão satisfeitos com suas atividades, além de fazer um acompanhamento para averiguar o andamento das mesmas e analisar pontos fortes e fracos que aconteceram e, por fim, uma apresentação de feedback da atividade é feita ao grupo.

O acompanhamento é baseado em conversas pessoais entre um membro do GAP e um membro do PET, sendo relatado o desempenho individual e coletivo de uma determinada atividade, além de possíveis problemas interpessoais que podem ter ocorrido. Dessa forma, a atividade é realizada pessoalmente por ser um modo mais direto, estabelecendo uma relação mais estreita entre os envolvidos e, assim, os membros da comissão podem atuar de forma mais efetiva quando encontram um problema, por não ser algo mecânico, através de preenchimento de planilhas ou afins.


As atividades acompanhadas são geralmente aquelas que envolvem grandes comissões, atividades em parcerias e atividades novas.

Semana de Atividades

A semana de atividades é um momento voltado principalmente para os petianos ingressantes, na qual ocorrem nivelamentos (de cursos ou do próprio programa) e estes são ambientados dentro do PET. Também é um momento de maior integração entre todos, consolidando cada vez mais a união dos membros e sinergia do grupo.

O período em que é realizada é usualmente na semana anterior do retorno das aulas, coincidindo com o início de algumas atividades para, posteriormente, ter mais tempo para novas atividades. Com isso, a atividade é de extrema importância no preparo do grupo para iniciar as atividades já planejadas.

Projetos Socioambientais

·    O Projeto Socio-Ambiental busca trazer ao grupo atividades de caráter social e ambiental que ajudem a comunidade externa. Contamos com a participação da graduação em algumas delas, como por exemplo, o Café Solidário, que levamos café da manhã para moradores de rua. Além disso, também realizamos atividades internas, como a Dinâmica de Gentilezas, em que cada PETiano precisa realizar uma gentileza em um período de tempo.

Marketing

O Marketing é uma atividade que se iniciou como projeto e hoje está consolidada, então foi remanejada para a Diretoria de Manutenção.

Esta atividade engloba a manutenção do blog, da página do facebook e caixa de sugestões virtual.

Também sempre pensamos em ideias novas para deixar nossos murais nos blocos D67 e E46 mais dinâmicos e fazer com que a graduação veja quais são nossas atividades e o que estamos fazendo!

EQ nas Escolas

·     Essa atividade tem o intuito de aproximar a comunidade externa da profissão da Engenharia Química. Dentro desta, realizamos A Mostra de Profissões é um evento organizado pela Pró-Reitoria de Ensino, junto com a Diretoria de Ensino de Graduação, e tem por objetivo a interação entre a universidade e os alunos do Ensino Médio. Cada curso tem um espaço para expor algo que o identifique e os graduandos são responsáveis por explicar o que está exposto e sanar as dúvidas dos alunos. A parte da Engenharia Química é feita pelo PET, em parceria com AIChE, CAEQ e CONSEQ, onde sempre tenta-se levar atrativos para os alunos e explicações sobre o curso, como áreas de atuação, grade curricular, entre outras. Também levamos nossa profissão para colégios de Maringá e região.

Curso Detergente

        O Curso Detergente surgiu da procura pelo grupo PET Engenharia Química por uma atividade que envolva ensino, pesquisa e principalmente extensão, visto que seu público alvo é externo a graduação de Engenharia Química, promovendo um maior envolvimento doa alunos com a comunidade. Dentro deste contexto, surgiu a estruturação do “Curso Detergente e seus Derivados”. Seu intuito é ensinar a comunidade a confeccionar seus próprios produtos de limpeza, como: detergente para louça, desinfetante, limpa-forno, limpa-vidro, sabão líquido para lavar roupas e amaciante, levando com isso a troca de conhecimentos e economia financeira a estas pessoas.

Apostilas FEQ/IEQ

No Projeto FEQ/IEQ, o PET ministra aulas das disciplinas Fundamentos da Engenharia Química (FEQ) e Introdução a Engenharia Química (IEQ) em parceria com seus respectivos professores, sendo o grupo responsável por resolver exercícios das disciplinas utilizando o Microsoft Excel.
A base teórica envolvida para esse conteúdo se encontra nas apostilas em anexo.

Apostila de FEQ
Apostila de IEQ

23 de junho de 2016

"E O SEU ESTÁGIO?" - PATRÍCIA

A segunda engenheira que apresentaremos hoje é a Patrícia!

Em qual empresa você realizou seu estágio?
Alltech do Brasil - São Pedro do Ivaí

Missão, visão e valores da empresa? Como elas refletiram no seu trabalho?
A Alltech visa principalmente em controle de qualidade e inovação, e meu estágio foi muito baseado nestas duas vertentes, onde lidei com um projeto totalmente novo, e meu trabalho acompanhou a eficiência na qualidade e trouxe soluções novas para a pesquisa.

Comente sobre a hierarquia entre os estagiários e os outros funcionários.
O Departamento de Desenvolvimento de Processos onde estagiei conta com uma equipe pequena. Eu e mais uma analista respondíamos diretamente ao coordenador de desenvolvimento de processos, que por sua vez respondia ao gerente da qualidade.

Como era seu relacionamento com os operadores, funcionários e gerentes?
Era um bom relacionamento; todos sempre estavam muito dispostos a conversar, esclarecer dúvidas, ensinar, etc.

Quais habilidades foram úteis ou aprendidas durante o estágio?
Particularmente no meu estágio, eu pude desenvolver mais noções de Engenharia Bioquímica, aprimorando meu conhecimento devido ao projeto que me foi dado pela empresa. Mas, mais do que colocar a engenharia em prática, o importante é a ambientação do graduando em uma indústria, tendo conhecimento da rotina e, principalmente, relações interpessoais e gestão de pessoas.

O que poderia ser inserido na graduação para melhoria do curso, ou que atividades extracurriculares os acadêmicos devem buscar?

Cursos de gestão são sempre muitos requisitados para conseguir um estágio/trainee/emprego efetivo. Lean Six Sigma, MS Project, e afins são importantes. Ademais, visitas técnicas são sempre bem-vindas.