31 de dezembro de 2015

7 de dezembro de 2015

13 de novembro de 2015

4 de novembro de 2015

PETIANO DO MÊS - OUTUBRO

A petiana Gabriela Rowe ganhou o prêmio de Petiana do Mês de Outubro. Ela ganhou diversos elogios pelo seu trabalho na JOPARPET (Jornada Paranaense dos grupos PET) - o qual foi feito com muito empenho e dedicação - e também na atividade Secretaria do PET-EQ. Em nome de todo o PET, Parabéns Gabi!

PETIANO DO MÊS - SETEMBRO


Neste mês de setembro o nosso Petiano do mês foi a Sabrina Gatto devido ao empenho na comissão do VI Simpósio de Engenharia Química, na Visita técnica para a Prati-donaduzzi, nas visitas para o 1o. Ano, na organização da JoParPET e além disso na dedicação das demais atividades da qual faz parte.

Parabéns Sabrina Emoticon smile
 

27 de setembro de 2015

PETIANO DO MÊS - AGOSTO

O Petiano do mês de agosto foi nosso querido tutor Sérgio!! Ele foi reconhecido pela sua excelente participação na organização do evento regional dos grupos PET's que acontecerá em Maringá no mês de outubro! Ele também foi parabenizado pelo seu empenho na apresentação cultural dos grupos PET's da UEM!!

Parabéns Sérgio pelo ótimo desempenho e dedicação!


PETIANO DO MÊS - JULHO


No mês de Julho o petiano Leonardo Serdan, que está no 3ºano da graduação, foi reconhecido por seu bom desempenho nas atividades do grupo. Como exemplo podemos citar sua dedicação e esforço como coordenador da atividade dos Módulos de Engenharia Química e também por não desistir de uma atividade mesmo encontrando dificuldade em realizá-la.
Parabéns Léo pelo ótimo desempenho e dedicação!


7 de julho de 2015

PETIANO DO MÊS - JUNHO

No mês de junho os Petianos, Yoshi do 3º ano e Daniel do 4º, obtiveram o reconhecimento do grupo pela ótima participação das atividades desse mês. O atual líder do grupo. Daniel foi elogiado pela sua organização ao conduzir as reuniões e a boa coordenação do processo seletivo. O Petiano Yoshi, foi elogiado pela iniciativa em ministrar o nivelamento de photoshop e criar as artes do nosso processo seletivo.

Parabéns pelo ótimo desempenho e dedicação!

17 de junho de 2015

PETIANA DO MÊS - ABRIL

No mês passado a petiana Calisa Favoretto do 3º ano da graduação foi eleita novamente a Petiana do Mês. Ela fez um ótimo trabalho como coordenadora do Marketing, do Projeto FEQ/IEQ, por organizar o curso interno bem como, por ela ter ministrado parte do Curso de HP.

Parabéns Calisa!

11 de maio de 2015

Petiano do Mês - Abril

No mês passado a petiana Calisa Favoretto do 3º ano da graduação foi eleita a Petiana do Mês. Ela fez um ótimo trabalho como coordenadora do Marketing, do Projeto FEQ/IEQ, por organizar o curso interno bem como, por ela ter ministrado parte do Curso de HP.
Parabéns Calisa!


30 de abril de 2015

Visita Técnica

Apesar da grande carga horária no curso de Engenharia Química, nota-se uma grande falha em atividades técnicas. Assim, as visitas buscam levar maior conhecimento prático aos alunos, além de poder conhecer em operação os equipamentos e processos estudados teoricamente.

Além disso, tentamos organizar uma visita técnica para os membros do grupo se manterem atualizados nestes aspectos ao mesmo tempo em que promovem uma integração entre eles.

Ciclo de Atividades UniPET

O UniPET é o conjunto de todos os 15 PETs presentes na UEM. Visando o trabalho mútuo entre os PET’s de diferentes áreas, o Ciclo de Atividades é composto por atividades de vários aspectos como: Social, com a realização do PET nas Escolas e o PET na Praça; Cultural, com a realização do UniPET cultural e também por momentos de integração entre os PET’s da universidade.

Feira de Recrutamento

A Feira de Recrutamento é um projeto inovador proposto pelo PET. O evento busca trazer as empresas para dentro da Universidade, expondo aos alunos seus projetos de estágios, trainees, a forma de ingresso na mesma, entre outros. Assim, os alunos tem a chance de conhecer melhor as empresas dos mais diversos ramos, sanando muitas dúvidas que os graduandos podem ter com relação à carreira profissional. 

O esperado é fazer uma edição da Feira a cada mês, para que os graduandos conheçam várias empresas e a atuação do engenheiro químico nelas durante o ano letivo.

AUEMP

Em parceria com o PET-Química e a Salus Consultoria – Empresa Júnior de Biomedicina, o PET-Engenharia Química organiza a AUEMP – Ação Universitária Empreendedora. Seu intuito é apresentar aos universitários o que é empreendedorismo, como empreender mesmo que ainda não tenha concluído o curso, além de mostrar diversas histórias impactantes de empreendedores de sucesso. Assim, o evento busca complementar a formação do graduando, além de apresentar um tema pouco visto nas grades curriculares.

27 de abril de 2015

Projeto Desafio

Neste ano teremos a segunda edição do projeto desafio. Esta ideia surgiu no inicio do ano passado e contou com a parceria da CONSEQ. A primeira edição teve como tema a produção cítrica, abrangendo desde a produção do suco de laranja até os subprodutos do processo. Esta atividade foi realizada para a graduação ter uma primeira experiência na realização de um trabalho de conclusão de curso. O projeto ocorreu no formato de uma competição, contando com 5 grupos participantes, premiação, e uma banca avaliadora composta por professores do departamento. Durante a atividade ocorreu a visita técnica na Louis-Dreyfus para auxiliar o desenvolvimento dos trabalhos.

Módulos DEQ

O PET-EQ com a colaboração do departamento deu iniciou a análise, seguida da reconstrução de módulos e práticas vinculadas, principalmente, ao laboratório de Engenharia Química 2. Em alguns módulos são necessária apenas à reforma, enquanto que em outros esta sendo desenvolvido sua reconstrução. O projeto visa então à melhoria das aulas de Lab. 2 e já começou a ser aplicado em alguns módulos do DEQ.

Projeto FEQ/IEQ

Este projeto é uma parceria entre o DEQ e o PET-EQ, para a elaboração de aulas no Excel que permitam a aplicação das matérias de FEQ e IEQ. Durante o ano ocorrem 17 aulas nesse projeto, sendo função da comissão dessa atividade a elaboração e execução das aulas, assim como a reserva de salas e nivelamento dos monitores e ministrantes. Ao final de cada semestre ocorre a compilação do feedback dos alunos sobre a qualidade das aulas realizadas.

Segurança Laboratorial

Este projeto é uma parceria entre o DEQ e o PET-EQ, que consiste na elaboração de uma apostila com as normas necessárias para a utilização de um laboratório. Esta atividade visa então o nivelamento dos alunos de graduação e pós-graduação sobre as regras básicas para a segurança na utilização das instalações laboratoriais do departamento. A apostila foi elaborada através de pesquisa bibliográfica, sendo que esta já esta na fase de revisão pelos professores do DEQ.

Projeto COCAMAR

Esta atividade é uma parceria entre o PET- Engenharia Química e a Cooperativa COCAMAR. No passado o grupo foi contatado pela cooperativa para solucionar uma dificuldade que eles estavam passado. E através de pesquisas bibliográficas e laboratoriais o PET-EQ disponibilizou uma solução para este problema, sendo que como esta gerou bons resultados atualmente o grupo desenvolve um novo projeto com a cooperativa. Agora a pesquisa esta vinculada a identificação de polímeros recicláveis.

23 de abril de 2015

EGRESSOS



Egressos 2016

Daniel Edson Moreno Fernandes
Caio Luiz de Queiroz Srutkoske
Rafaela Alberto Freire
Rafaela Costa Paim

Egressos 2015

Estela Sato
Dantas
Isabela Toloczko Galli
Juliana Pasquini Martins
Marcelo Henrique
de Oliveira Mrtvi

Egressos 2014










Ândrea Karolline 
de Vergennes
Eduarda Avelar
Silva
Guilherme Moscato
 Malavazi


Isabela
Romanovski

Taís de Lima
Jardim Gabriel









Egressos 2013


André Batista Silva
Diego Casquet
Giovanna Fregadolli Poso



Isabela Schiavon Ganassin
Marcelo Diletti Carelli
Wardleison Martins Moreira




Egressos 2012





Alessa Netto de Oliveira

Bruno Moraes de Oliveira

Eduan De Oliveira Claro

Fernanda Yuri Nishimoto










Lucas Bonfim
 Rocha
Vandré Cordaço
Tiski
Weliton Scarabotto
Moor

















10 de abril de 2015

Petiano do Mês - Março

No mês passado a petiana Calisa Favoretto do 3° da graduação foi eleita a Petiana do Mês, devido ao seu ótimo trabalho e organização nos projetos. Dentre esses trabalhos e projetos, destacam-se a sua liderança no Marketing fazendo uma renovação no blog, mural, página do face e o quadro de missão, visão e valores do PET. Também pode-se citar sua ótima atuação no Projeto FEQ/IEQ, organização da Semana da Dica e do Curso de HP.

Parabéns Calisa! 

29 de março de 2015

Engenharia Química

A PROFISSÃO
A Engenheira Química envolve todos os processos industriais que empregam transformações físico-químicas. Ela é responsável por criar técnicas de extração ou obtenção de matérias-primas, sua utilização e transformação em produtos químicos e petroquímicos, como tintas, plásticos, têxteis, papel e celulose.

A área também desenvolve produtos e equipamentos, além de pesquisar tecnologias e processos mais eficientes e menos agressivos para o meio ambiente. O profissional projeta e dirige a construção e a montagem de fábricas, usinas e estações de tratamento de rejeitos industriais..

MERCADO DE TRABALHO
Esta é mais uma profissão que se beneficia da exploração do petróleo do pré-sal. Além do setor de petróleo, algumas frentes de trabalho tradicionais se mantêm estáveis, como a indústria de polímeros e de tintas e vernizes. Mas a grande novidade para o engenheiro químico é o segmento farmacêutico e de cosméticos, nos quais o profissional é chamado para pesquisar e desenvolver novos produtos.

Na área ambiental, começam a surgir vagas no tratamento de resíduos e em energia de fontes renováveis. Os polos industriais dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo reúnem os principais empregadores. O crescimento da produção mineral, a instalação de uma refinaria em Pernambuco e do estaleiro Enseada do Paraguaçu, na Bahia, abrem boas perspectivas para a Região Nordeste.

O CURSO
Física, matemática e química estão presentes em todo o curso. Os recentes avanços da biotecnologia faz com que disciplinas relacionadas às Ciências Biológicas sejam aos poucos incorporadas ao currículo. A partir do terceiro ano, o conhecimento adquirido nessas disciplinas passa a ser aplicado a processos físico-químicos, nos quais o aluno aprende a identificar as reações, a analisar e a purificar compostos químicos e a projetar equipamentos relacionados com as diversas transformações que ocorrem na indústria química. As aulas em laboratório, inclusive nos de informática, ocupam parte significativa da carga horária. O estágio e o trabalho de conclusão de curso são obrigatórios. 

O QUE FAZER
Apesar de o curso oferecer uma gama de oportunidades para atuação, as mais recorrentes podem ser dividas da seguinte forma:

-Desenvolvimento
Criar e aprimorar produtos na indústria química, petroquímica e de alimentos e analisar sua viabilidade técnica e econômica. Aperfeiçoar o processo e a tecnologia de fabricação ou beneficiamento.

-Meio ambiente
Definir normas e métodos de preservação ambiental em toda a cadeia produtiva. Reciclar e tratar resíduos industriais. Desenvolver tecnologias limpas.

-Processo industrial
Planejar e supervisionar operações industriais, administrando as equipes e etapas da produção. Estudar e implantar métodos para aumentar a produtividade, reduzir custos e garantir a segurança no trabalho.

-Projetos
Projetar fábricas, determinar processos de produção, instalações e equipamentos, procedimentos de segurança, consultorias empresarias para indústrias química e a logística de estocagem e movimentação de materiais.

Diretoria de Eventos

A diretoria de eventos é responsável por organizar atividades relacionadas aos eventos do PET, sejam eles internos, como externos ao grupo. 

Os exemplos das atividades internas são: Semana de atividades; Seminários de língua estrangeira e científicos; Festa do abacaxi; Visita técnica interna; entre outros.

Sobre nossos eventos abertos ao público, temos: Semana da dica; AUEMP – Ação Universitária Empreendedora; Feira de recrutamento; Visitas técnicas em geral; entre outros.

Além desses eventos, ainda se pode incluir àqueles realizados em conjunto por toda comunidade petiana da universidade, como o PET na praça, PET nas escolas e o UniPET cultural.

Dessa forma, o núcleo de eventos diz respeito a todas as atividades de integração, comunicação e desenvolvimento da comunidade acadêmica e da sociedade, contribuindo também para o desenvolvimento pessoal do Petiano.



25 de março de 2015

Campanha Páscoa Feliz



As atividades que o PET realiza atingem diretamente outras pessoas e fazem com que os participantes tenham uma melhor qualificação como pessoa humana e como membro da sociedade. Estimulando a fixação de valores que reforcem a cidadania e a consciência social de todos os componentes e a melhoria dos cursos de graduação.
Portanto, o PET Engenharia Química considera atividades de cunho social como um grande passo para a formação de cidadãos com ampla visão de mundo e responsabilidade social. Havendo assim uma maior conscientização do indivíduo diante do papel que ele desempenha na sociedade e despertando o sentimento de solidariedade.
Por isso, nesse ano o PET Engenharia Química propôs realizar um projeto de atividades sociais juntamente ao Lar Preservação da Vida de Maringá.  O Lar Preservação da Vida é uma organização não governamental, sem fins econômicos, reconhecida de Utilidade Pública Municipal, Estadual e Federal, com registro no Conselho Municipal, Estadual e Federal de Assistência Social e dos Direitos da Criança e do Adolescente, sendo portadora do CERTIFICADO DE FINS FILANTROPICOS, expedido pelo Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS, desde 1995.
A instituição está classificada de acordo com a Política Nacional de Assistência Social como Proteção Especial de Alta Complexidade, atendendo em regime de acolhimento institucional.
O objetivo primordial da Instituição é a Valorização da Vida, por meio do amparo às mães grávidas em situação de risco e/ou vulnerabilidade social e seus filhos menores de seis anos.
As gestantes acolhidas recebem todo o auxílio frente à gestação e cuidados necessários ao recém-nascido e aos filhos que a acompanham, do momento do acolhimento até 60 dias após o parto, onde este prazo pode ser antecipado ou prorrogado de acordo com a avaliação de cada caso. Além disso, a instituição realiza o acompanhamento destas crianças junto à politicas de educação, saúde e outras que se fizerem necessárias.
O projeto que o PET Engenharia Química vai realizar na instituição durante o ano de 2015 visa a realização de diversas atividades, entre elas, palestras, atividades em datas comemorativas, cursos, capacitações e integrações. Essa última relaciona-se não apenas com as gestantes e crianças do lar, mas também com nossos graduandos e com entidades da UEM.
Nesse sentido, buscamos apoio de pessoas que prezem pela responsabilidade social para a realização das nossas atividades. Neste momento realizaremos uma atividade relacionada à Páscoa, nela as crianças brincarão de caça aos ovos seguida de uma apresentação cultural sobre essa data e as mães também participarão das atividades sendo presenteadas com chocolates. Para isso, contamos com a vossa colaboração com a doação de itens para essa atividade para que possamos fazer a Páscoa do Lar Preservação da Vida mais feliz!

20 de março de 2015

12 de março de 2015

Diretoria de Projetos

A diretoria de projetos envolve atividades diferentes que são normalmente organizadas pelo grupo e possuem um volume maior de trabalho, necessitando de um maior número de petianos. Podem ser parcerias com indústrias, empresas, DEQ(Departamento de Engenharia Química) ou outros grupos estudantis. Elas requerem pesquisas bibliográficas e laboratoriais, às vezes contando com a participação de professores do departamento.

Diretoria de Gestão de Pessoas

A diretoria de de gestão de pessoas é um núcleo novo no PET, ele juntou algumas atividades que já existiam e implementou novas. Este núcleo tem por principal objetivo o de buscar uma maior sintonia entre as relações interpessoais dentro do grupo, por meio de ferramentas de gestão de pessoas.

Além disso, há uma busca pelo desenvolvimento pessoal de cada membro do grupo, uma vez que o grupo procura treinamentos internos de acordo com a necessidade dos petianos. Um exemplo de atividade que este núcleo organiza é o coaching que tem por justificativa o acompanhamento de atividades, verificação contínua, motivação e crescimento dos membros.

Curso de HP (Operação de calculadoras gráficas HP 48gII, 49g, 49g+ e 50g)

A utilização de calculadoras gráficas é necessária nas disciplinas dos cursos de Engenharia e há grande interesse por parte dos alunos de graduação no aprendizado e domínio das técnicas de operação destes tipos de calculadoras, sendo um dos únicos cursos ministrado com este propósito no Brasil.

A iniciativa da realização dessa atividade surgiu a partir da dificuldade da utilização da calculadora e da crescente necessidade da utilização desta nos cursos de engenharia.
O curso é de extrema importância para a comunidade acadêmica porque facilita e colabora imensamente para o aprendizado do aluno e também é um auxílio para o trabalho do professor, pois a utilização da calculadora permite a resolução de problemas muito mais complexos.

Há também a realização do curso ministrado pelo grupo em outras universidades, como uma forma de levar o conhecimento e o material produzido a outra comunidade acadêmica, além de trazer maiores experiências aos ministrantes.

O curso tem carga horária de 20 horas/aula abrangendo todos os tópicos considerados relevantes para a utilização da calculadora na solução de problemas de engenharia. Cada aula é coordenada por um ministrante petiano e mais dois ou três petianos atuando como monitores.

Os tópicos abordados são: Noções Básicas; Aplicativo Time e Aplicativo Equation Writer; Plotagem de gráficos; Expressões Aritméticas e Aplicativo Solve; Vetores e Matrizes; Estatística; Unidades e Cálculo de Limites, Derivadas, Integrais e Séries e Modalidades de Boot.

Curso de Excel

O Excel é uma planilha eletrônica que se tornou uma das ferramentas indispensáveis no dia a dia do engenheiro químico, devido sua utilização na solução de problemas que exigem cálculos iterativos e repetitivos, envolvendo grande quantidade de restrições matemáticas. Dessa forma, houve um grande interesse por parte dos integrantes do grupo em conhecer e estudar as diversas funções que o software oferece. Foram pesquisados diversos materiais sobre ensino e aplicação do programa e a partir do conhecimento adquirido elaborou-se uma apostila de apoio, contendo exemplos especialmente elaborados para a área de engenharia.

Este recurso é atualizado a cada curso, de forma a buscar sempre a melhoria de sua qualidade. A transmissão do conhecimento sobre o Excel é feito por meio de cursos realizados entre os petianos, em que os próprios alunos do grupo PET se dispõem a ministrá-los.

Além disso, há aplicação desta ferramenta em várias atividades internas do grupo PET, como cronograma de atividades e fichas de avaliação, além da tentativa de inserir o uso do software nas disciplinas ofertadas pelo curso de graduação.

Possui uma carga horária média de 16 horas/aula e abrange os tópicos básicos para a utilização do programa Excel na solução de problemas de engenharia. Cada aula é coordenada por um ministrante petiano e mais um ou dois petianos atuando como monitores.

Os tópicos abordados no curso são: Introdução; Apresentação da Área de Trabalho; Pasta de Trabalho, Planilha, Linhas, Colunas, Células; Formatar de Células e Códigos de Formatação; Inserir e Formatar Linhas, Colunas e Planilhas; Formatar a Barra de Ferramentas; Fórmulas; Recortar, Copiar e Colar; Funções de Data e Hora; Funções Estatísticas e Gráficas; Ferramentas Iterativas; Utilização do Solver; Aplicação de Macros e Introdução a Programação em Visual Basic.


Diretoria de Cursos

A diretoria de cursos é responsável pelos aspectos de logística, burocracia e marketing que envolvem a execução de um curso. Além de contato com ministrantes, busca-se novos cursos que sejam interessantes para graduação que estejam relacionados com o âmbito profissional, pessoal e tecnológico.

11 de março de 2015

O programa PET
O Programa de Educação Tutorial (PET) foi criado na CAPES-MEC em 1979. Inicialmente recebia o nome de Programa Especial de Treinamento, porém as características do sistema propiciaram a mudança em sua denominação.
Em 2006, o PET passou a ser coordenado pela Secretaria de Ensino Superior do Ministério da Educação (SESu). No Brasil, PET conta com 779 grupos distribuídos entre 114 Instituições de Ensino Superior distribuídas entre as diferentes áreas do conhecimento e as diversas regiões geográficas do país.
O programa foi criado com o objetivo de intervir na graduação, fornecendo aos acadêmicos uma formação adicional por meio de atividades que os auxiliem tanto em sua vida acadêmica quanto profissional. Sob orientação de um professor tutor, os alunos participantes do PET realizam diversos tipos de atividades apoiados na tríade ensino, pesquisa e extensão. As tarefas realizadas pelo grupo atingem diretamente outras pessoas, fazendo necessário o desenvolvimento de senso de responsabilidade, iniciativa e trabalho em equipe.
Os aspectos citados anteriormente podem ser reforçados e confirmados por uma avaliação feita pela CAPES. O órgão concluiu que o programa é uma das iniciativas mais consistentes e produtivas no sentido de estimular os estudantes a melhorar a qualidade do ensino de graduação no país e as relações com a comunidade. A história do programa é de grandes lutas pela sobrevivência e pretendemos continuar escrevendo-a da melhor forma, buscando sempre aprimorar este satisfatório trabalho e consequentemente a educação brasileira.

O PET Engenharia Química
O PET engenharia química foi criado em novembro de 1991. Trabalhamos, atualmente, com 17 petianos (membros) coordenados por um professor tutor.
Nossos membros estão divididos em quatro dos cinco anos de graduação da engenharia química. Temos seis petianos do segundo ano, cinco do terceiro ano, seis do quarto ano, permitindo assim que o conhecimento e nossa cultura seja sempre mantida e aprimorada dentro do grupo.
Com a finalidade de atender os objetivos do programa realizamos cursos ministrados pelos próprios membros e organizamos cursos de ministrantes externos para complementar a formação acadêmica dos graduandos de engenharia química. Promovemos visitas técnicas às indústrias da região para aproximar o graduando da vida profissional. Organizamos palestras e eventos para trazer assuntos diferenciados e importantes para complementar a formação de nossos graduandos. Para aproximar o PET da comunidade realizamos o PET na praça, em que levamos informações sobre nosso curso para a socidade em apresentações e realizamos o PET nas escolas, no qual promovemos gincanas que buscam fomentar o interesse dos alunos no ensino superior.

   Missão
      O PET-Engenharia Química tem como missão:
   Atuar como agente transformador do universo acadêmico, difundindo oportunidades que ampliem os horizontes do conhecimento, de modo a promover uma formação diversificada e consciente.

  Visão
Trabalhar de forma transparente nas mais variadas áreas do conhecimento, a fim de incluir a graduação e outras instituições em nossas atividades e, assim, consolidar a renovação do grupo.

  Valores
- Comprometimento
- Horizontalidade
- Inovação
- Profissionalismo
- Resiliência
- Sinergia
- Transparência